Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

Escolhas

Uma série de escolhas te levam até aqui
Seu sangue espalhado numa calçada qualquer
É!

Quatorze
Você fuma?
Só quando bebo.
E você bebe?
Nos rolês né.

Quinze
Você fuma?
Fumo.
Quer cheirar?
Não, obrigada.
Se importa que eu cheire na sua frente?
Não.
Qual teu apelido mesmo?
Algum mnemônico.
Algum nome icônico.

Dezesseis
Bora cheirar?
Bora
Língua azul
Olho vermelho
Dente travado
Olhos arregalados
Coração acelerado
Que sono
Que fome
Tô gelado
Me arranja um copo de café aí?
O que rolou ontem?
Nem lembro
Loucura
Bora fazer uns corres?
Dinheiro pra comprar uns tênis..
Curtir uns rolês..
É só guardar a parada na sua casa
Putz, o armário ficou com o cheiro disso
É só levar a droga, de uma esquina pra outra
É só levar a droga, do buraco no chão, pro cara no carro
Coloca essa parada na sua cintura
Pra sua proteção
Quanto dinheiro pra uma noite..
Quanto dinheiro pra uma semana..
Caralho, estou traficando..

Dinheiro
Dinheiro pra caralho
Poder
Guerra

- Por que está nessa vida?
- Que opção eu tinha, …

Ao léu

Quero esvaziar-me de mim
Pra encher-me da amplitude desse mar
Ser mar
Sereia
Ser tua
Na areia

Quero esvaziar-me de mim
E encher-me da imensidão desse céu
Ser fel
Ser mel
Ser tua
Ao léu

Quero esvaziar-me de mim
E encher-me do calor desse sol
Ser sol
Ser lua
Ser nós
A sós

Preencher-me-ei de ti
Aqui 
Ali

Acolá
Uma
Duas
Hoje 
Ontem

Preencher-me-ei de ti
Onde for
Como for
Meu mar
Meu céu
Meu sol
Meu
Tua
Sempre!


(Suelen Vieira)

VADIA (+18)

Era isso que você queria né vadia? Ele dizia Sim, exatamente isso Ela pensava Era isso que você queria né vadia? Ele repetia Sim, algum problema? Século 21, já temos essa alforria? Alforria do querer Século 21, já posso eu querer? Pode sim, claro Só não pode demonstrar Só não pode chamar Só não pode convidar Também não esteja tão disponível, tá? Dar no primeiro encontro? Nem pensar.. Deixe que ele te conquiste Faça jogo duro Era isso que você queria, né vadia? Com certeza era isso Agora um pouco menos Mesmo que agora você esteja em mim Porque era isso que eu queria E isso não faz de mim uma vadia Que mal afinal, há em querer? Querer muito Querer toda hora Mulher também sente tesão E às vezes nem precisa da sua provocação Machão  Era isso que eu queria, isso que você queria Isso que nós queríamos E isso que fizemos Sexo Menos tabu por favor, meu bem querer!

(Suelen Vieira)

Sonhas

Tu que sonhas
Su que sonhas
Com o que, sonhas tu?
Com o que, sonhas Su?
Sonha com a felicidade plena
Com a paz
Com o se sentir bem
Com uma fé que nada abale
Com uma tranquilidade imutável
Sonha com amores
Desses que se fazem sentir nas profundezas da alma
Sonha com fazer o bem
Espalhar o bem
Sonha crescer
Sonha ser útil
Afinal, com que sonhas, Su?
Sonha abraçar o mundo
De ponta a ponta
Sonha com autoconhecimento
Com conhecimento
No fim, não importa com que sonhas tu
Contanto que não deixes de sonhar, Su.


(Suelen Vieira)
- A imagem pode conter direitos autorais.

Crise

Inspira, Expira Inspira, Expira Ela fala pra si mesmo naqueles momentos Inspira, Expira Inspira, Expira Não se esqueça de respirar Respira Respira Já já vai passar Tá tudo na mente Tudo em você Já já vai passar Só não se esqueça de respirar Você está respirando? Eu estou respirando? Respira, já tá passando Tá passando Seu coração tá acalmando Sua mente desacelerando Tá vendo, é só lembrar de respirar Passou. O céu ficou azul de novo!
Ins-pi-ra 

Ex-pi-ra! 

(Suelen Vieira)
Fonte da imagem: mymodernmet.com

Ah os amores...

Fonte: freelovemoney

Eu sou uma eterna apaixonada
Gosto é de viver amores
Eles vêm e vão
Quando se vão, deixam marcas
Deixam dores
Mas também deixam histórias
Quantas histórias
Que belas histórias
Que tristes histórias

Eu sou uma eterna apaixonada
E eu gosto mesmo é de amar
De fazer amor
Amor que parece sexo
Sexo que parece amor
Daquilo que deixa bagunça
E ainda assim prefiro a bagunça
A encontros rasos
Ao casual vazio

Eu sou uma eterna apaixonada
E eu gosto do intenso
Ainda que passageiro
Ainda que de uma noite
Ou de alguns anos
Pois prefiro que me fervam
Do que me cozinhem
Porque eu sou assim mesmo,
Eternamente apaixonada pelo ciclo!



(Suelen Vieira)

Ansiedade

Às vezes estamos diante de uma situação,
E sentimos um medo tão grande, que o coração acelera, a boca fica seca, faltam forças nas pernas. E acabamos encarando isso, como um mal presságio, como um pressentimento ruim.
Mas muitas vezes não passa da manifestação da ansiedade que o desconhecido causa.
Um determinado barulho na madrugada, que te faz paralisar, pode ser apenas um barulho.
O gelo na alma diante de algo, podem ser apenas zumbis criados por sua própria mente.
O medo traz consigo  um certo instinto de sobrevivência, que é positivo.  Esse instinto nos faz alertas, nos faz cautelosos.
O que não podemos deixar é que esse medo nos paralise, nos impeça de viver,  de agir.
E não, nem sempre o desconforto que sentimos  é um aviso de que algo DARÁ errado. Mas não se esqueçam, algo sempre PODE dar errado. E isso foge do seu controle.
Viver é um risco, e estar vivo nem sempre é viver.

- Suelen Vieira
(A imagem pode conter direitos autorais)

Uma carta a mim mesma

Ame-se
Se acima ou abaixo do peso
Se feliz, se triste, se cansada
Se poderosa, se fraca
Se corajosa, se apenas tentando sobreviver a mais um dia

Ame-se
E faça exatamente aquilo que quiser
Se agrada ou não
Se julgam ou não
De primeira ou não

Ame-se
Não só nos dias bons
Mas também nos dia de merda
Principalmente neles
Ame a sua dor
Nem imagina o quanto ela te fortalecerá

Ame-se
Acima de tudo
De todos
Acima dele
Acima dela
Por cima dele
Ou dela
Por baixo.. só na cama

Ame-se
Quando sozinha, quando acompanhada
Se só por abandono, ou por opção
Ou ainda por falta dela

Ame-se
Quando rodeada de amigos
De risos, aqueles fáceis sabe
Quando solitária em seu cantinho
Ama também a sua solidão
De uma vez por todas aprende a conviver com ela
Ama teus lados obscuros, e se possível ilumina-os
Se não, não

Ame-se
Ama teu corpo
Ama teu sexo
Faça-se gozar
Conhece-te
Descobre-te

Ame-se
Ama tuas carências
Ama tuas fraquezas, tuas franquezas
Ama tuas vontades, teus desejos
Não fuja deles, deseja-te

Ame-se, t…

Sou puta

“Sou puta
Quando uso a boca vermelha
Meu salto agulha
E meu vestido preto.
Sou puta
Mordo no final do beijo
Não fico reprimindo desejo
E nem me escondo na aparência de menina.
Sou uma puta de primeira
Acordo às 6:30
Pego ônibus debaixo de chuva
Não dependo de salário de macho
E compro a pílula no final do mês.
Sou uma puta com P maiúsculo
Dispenso o compromisso
Opto pela independência
Não morro de amor
Acordo sozinha
Cresço sozinha
Vivo na minha
Bebo em um bar de esquina
Vomito no chão da cozinha.
Sou uma putinha
Passo a noite em seus braços
Mas não me prendo no laço
Que você quer me prender.
Sou puta
Você tem o meu corpo
Porque eu quis te dar
E quando essa noite acabar
Eu não vou te pertencer
E se de mim você falar
Eu não vou me importar
Porque um homem que não me faz gozar
Nunca terá meu endereço.
E não é gozo de buceta
É gozo de alma
É gozo de vida
É me fazer sentir amada
Valorizada
E merecida
E se de puta você me chamar
Eu vou agradecer.
Porque a puta aqui foi criada
Por uma puta brasileira
Que ralava pra sustentar os filho…
- Você é muitas mulheres, Anita. - Eu sou todas as mulheres. Como Giuseppe sempre diz.


Trecho do livro - Anita Garibaldi, Heroína de dois mundos.

Fill!

Não me encha a paciência não meu amor, Me encha de beijos, Me encha de carícias, Me encha de prazer, Me preencha, Só não me encha o saco meu bem, Not today!
- Suelen Vieira

Fonte Imagem: regardscoupables